Caldeirão Cultural será atração durante o mês da consciência negra no Museu da Gente Sergipana

As atividades educativas acontecerão nos dias 15, 17, 22 e 24 de novembro

Prestes a completar cinco anos de funcionamento, o museu contabiliza 400 mil visitas (cerca de 80 mil ao ano)/ Fotos: Victor Ribeiro/ASN

O Museu da Gente Sergipana Gov. Marcelo Déda, em celebração ao mês da consciência negra, promovem o “Caldeirão Cultural” em novembro. As atividades educativas acontecerão nos dias 15, 17, 22 e 24 no período da manhã, a partir das 10h, e pela tarde a partir das 14h. O objetivo das ações é, por meio de mediações e brincadeiras, dialogar sobre memória, respeito, história, costumes, a sabedoria e feitos de homens e mulheres sergipanos, nordestinos, brasileiros que se orgulham da pertença identitária vinda das contribuições étnicas africanas.

O Caldeirão Cultural contará com três atividades educativas específicas: uma mediação especial, o “jogo da memória caldeirão cultural” e um jogo de tabuleiro africano, o “shisima”. As brincadeiras serão abertas para grupos agendados e espontâneos, professores e alunos da rede privada e pública de ensino. O evento é promovido pelo Instituto Banese, Banese Card e Banese Corretora de Seguros.

A primeira ação será a “Mediação Especial – Cultura Afro-Brasileira e Afro-Sergipana”, que usará o acervo permanente do museu para dar as primeiras exemplificações acerca dos conhecimentos herdados dos povos africanos e que delineiam a identidade dos sergipanos. A atividade evidenciará os lugares, danças, músicas, festas, fábulas, gastronomias e as pessoas, com destaque para o herói negro sergipano João Mulungu, a dona Nadir da Mussuca, o militante do movimento negro em Sergipe Severo D’Acelino, e o João Sapateiro. Esses se juntarão aos personagens sergipanos já existentes na instalação “Nossos Cabras”.

As atividades educativas acontecerão nos dias 15, 17, 22 e 24 de novembro
As atividades educativas acontecerão nos dias 15, 17, 22 e 24 de novembro

Após a mediação especial, os visitantes serão convidados a participar do jogo da memória “Caldeirão Cultural: tempero e saberes herdados da cultura negra”. Nesta brincadeira serão destacados aspectos da nossa gastronomia e como ela se interlaça por manifestações. Deste modo, a feijoada sergipana será o destaque, por ser prato tão tradicional brasileiro que, no estado, recebe ingredientes bem particulares, próprios da região que representa.

E por fim, acontecerá uma brincadeira com o “shisima”, um jogo de tabuleiro queniano que tem uma mecânica similar ao que nós conhecemos como jogo da velha. Essa atividade tem o objetivo de contextualizar esse jogo oriundo do continente africano com o aplicado no Brasil, destacando as similaridades culturais presentes nas brincadeiras, bem como ampliar os conhecimentos sobre a herança cultural presente nos saberes e fazeres dos sergipanos.

O Museu da Gente Sergipana Governador Marcelo Déda está localizado na avenida Ivo do Prado, 398, Centro, em Aracaju. Para mais informações, entrar em contato através do telefone (79) 3218-1551.

Deixe uma resposta