Já parou para pensar em como o ar entra e sai do nosso corpo? E em por que isso acontece? Bom, o Maycon e o Andreson, de Diamantina; o Sérgio, a Luana e o Lucas, de Cardeal Mota; o Breno de Martinho Campos e a Júlia de Caeté, já. O Aluísio Medeiros, aluno da faculdade de Medicina da UFMG, nos dá uma idéia de como isso funciona. Veja o que ele disse:

“Como vocês já devem saber, o nosso corpo é formado por várias células, que trabalham em conjunto, de forma que somos capazes de realizar todas as atividades do dia-a-dia. E esse trabalho, não pára nem um pouquinho.

Para isso, é necessário constantemente fornecer, a cada célula, (além de nutrientes) oxigênio e remover alguns resíduos produzidos por ela, como o gás carbônico. É por isso que precisamos respirar por toda nossa vida!

Cada um de nós tem no peito dois grandes órgãos, parecidos com esponja de tomar banho, (parecida com aquela cheia de buraquinhos), que atuam na respiração: são os pulmões. Eles que captam o oxigênio do ar e jogam fora o gás carbônico.

É fácil percebê-los, quer ver?  Coloque as mãos no seu peito e puxe o ar bem forte. Você pode sentir os pulmões se enchendo de ar, não é? Esse processo é chamado de ins-pi-ra-ção.

Para que a inspiração ocorra, um músculo que fica logo abaixo dos pulmões chamado de diafragma se contrai e desce em direção à barriga, enquanto outros músculos que ficam entre as costelas as levantam. Esses eventos aumentam o espaço onde os pulmões estão, possibilitando, assim, a entrada do ar.

Esse ar entra tanto pelo nariz quanto pela boca. Passa pela traquéia, um tubo único que se divide em dois outros tubos, os brônquios, chegando enfim aos pulmões.

Agora, o ar é dividido em vários saquinhos, os alvéolos, que são como os buraquinhos da esponja, lembram? Nessa parte, ocorre uma troca de gases entre o ar e o sangue que ali circula. O sangue cede o gás carbônico que traz consigo e recebe o oxigênio, que será levado a todas as células do corpo.

Então, como você também já deve ter percebido, os pulmões se esvaziam e eliminam esse ar rico em gás carbônico. Essa expulsão de ar é chamada de ex-pi-ra-ção. Nela, o diafragma se relaxa, as costelas descem e o espaço ocupado pelos pulmões diminui, fazendo com que o ar volte pelo mesmo caminho que entrou.”

Legal, né?

Compartilhar

Deixe uma resposta