Confiança não sai do 0 a 0 e São Bento sobe para a Série B

Desde os 26 minutos do segundo tempo, o Dragão jogou com um jogador a mais

Foto: Jesus Vicente

Por Rômulo Oliveira / Redação Futebol Sergipano

O Confiança voltou a pecar nos próprios erros e adiou, mais uma vez, o sonho de subir para o Campeonato Brasileiro da Série B. Na noite deste domingo, 24, o time proletário ficou no 0 a 0 com o São Bento pelo jogo de volta das quartas de final do Campeonato Brasileiro da Série C. O duelo aconteceu no Estádio Walter Ribeiro, em Sorocaba.

Como perdeu por 2 a 0 no confronto de ida das quartas, realizado na Arena Batistão, em Aracaju, o time azulino precisava, no mínimo, reverter o placar para ir aos pênaltis. Com isso, o time sergipano permanece na Série C, enquanto que a equipe sorocabana vai disputar, pela primeira vez, a Segundona Nacional em 104 anos de história.

O JOGO

O jogo era decisivo para as duas equipes. Se o time da casa podia até perder por um gol de diferença, que mesmo assim estava nas semifinais e na Série B, para o time sergipano não restava outra coisa a não ser marcar, no mínimo, dois gols em uma defesa eficiente e quase intransponível nesta Série C – é a melhor do campeonato, com apenas dez gols sofridos.

E no duelo dos objetivos, o árbitro paraense, Dewson Fernando Freitas da Silva, mostrou superioridade: aplicou cinco cartões amarelos: três para o Confiança e dois para o São Bento. Mesmo assim, o jogo continuava nervoso.

Durante os primeiros 45 minutos, o jogo foi equilibrado. O Confiança até abriu o placar com Tito: aos 21 minutos, o atacante desviou de cabeça o cruzamento de Álvaro para a área – mas Tito fez falta no goleiro e o gol foi anulado. O São Bento respondeu aos 27 minutos com Everaldo que avançou e chutou cruzado, com perigo para a meta de Genivaldo.

Foto: Jesus Vicente

Na segunda etapa, o São Bento chegava com perigo nos contra-ataques. Aos 18 minutos, Everaldo roubou a bola e chutou com perigo, rente ao gol de Genivaldo. Dois minutos depois, Muriel arrancou livre e chutou da entrada da área: o goleiro Genivaldo salvou o Confiança com a ponta dos dedos.

O Confiança reagiu. Aos 24 minutos, Tito cruzou da direita, Frontini se antecipou à zaga e cabeceou firme: a bola passou rente ao gol de Rodrigo Viana, que só viu a bola passar.

Parecia que o gol estava amadurecendo. Aos 26 minutos, o zagueiro João Paulo, do São Bento, demorou para cobrar uma falta, tomou o segundo amarelo e foi expulso. Mas o Confiança não soube aproveitar as chances no campo de ataque e o placar do jogo continuou inalterado. Com o 0 a 0, o São Bento garantiu o acesso para o Campeonato Brasileiro da Série B.

Compartilhar

Deixe uma resposta