Confira a programação do 34º Festival de Artes de São Cristóvão

O histórico festival acontecerá de 30 de novembro a 03 de dezembro com oficinas e atrações musicais com expressões nacionais e locais, além das atrações em outros segmentos artísticos, como cinema, artes plásticas, poesia, literatura e teatro

Bem vindo à São Cristóvão/SE | Foto: Família Badini

Na manhã desta terça-feira (7), o prefeito de São Cristóvão, Marcos Santana, lançou oficialmente a programação do 34º Festival de Artes de São Cristóvão (FASC), no auditório do Centro Administrativo da Prefeitura Municipal, na histórica praça São Francisco. Com um café da manhã para imprensa e comunidade artística, o gestor sancristovense contou os detalhes da retomada do evento cultural mais importante do Estado, e também anunciou as atrações que estarão na programação festiva.

Para Marcos Santana, a volta do FASC, após 12 anos de interrupção, marca o renascimento de um dos mais importantes movimentos culturais do Estado de Sergipe. “Por ter vivido todo esse momento do FASC em seus tempos áureos, encaramos esse retorno como uma obrigação com população da nossa cidade, e com o cenário cultural do nosso Estado. Retomamos esta tradição com a perspectiva de que continuemos pelos próximos anos, sempre aumentando nosso campo de atuação.”, argumentou.

Segundo o superintendente executivo da Secretaria de Estado da Cultura, Irineu Fontes, o FASC tem um valor sociocultural que transcende o espaço geográfico e a dimensão artística do evento. “As culturas se criam, alteram-se e se ressignificam. Ou seja, se reinventam. E assim está sendo feito com o maior Festival de Artes das décadas de 70 e 80, o FASC. Recebê-lo de volta é um suspiro de esperança na luta pela democracia, na ampliação das políticas para a cultura e no compartilhamento da arte com a população”, avaliou.

Opinião compartilhada pelo músico sancristovense Julio Andrade, da The Baggios, que considera a retomada do festival representativo para o cenário cultural do Estado, já que faz parte da tradição histórica e da formação de gerações de artistas sergipanos. “Nas últimas edições do festival, a Baggios estava em processo embrionário, mas já entendíamos a importância do FASC, que é muito marcante para quem vive na cidade e em Sergipe. Estamos muito felizes, por, depois de 12 anos, estarmos aqui, em outro momento da banda, com uma bagagem muito maior, participando do festival que é uma referência para o Estado”, contou Julio, que, com o músico Gabriel Carvalho, forma o duo sergipano indicado ao Grammy Latino 2017, e que será uma das atrações do FASC.

Volta da UFS  

Criado na década de 70, o FASC foi elaborado nos corredores da Universidade Federal de Sergipe (UFS), que viu na expressão artísticas dos alunos o mote para desenvolver um evento que abrangesse dança, música e teatro, contemplando questões ligadas ao desenvolvimento intelectual da universidade. Nas últimas edições, no entanto, a universidade não estava presente na organização, retomando este ano.

Mais um dos aspectos positivos valorizados pelo prefeito Marcos Santana: “Historicamente, a UFS era a responsável pelo FASC, e agora estamos dividindo esta produção com todo o corpo docente e discente da universidade, que entrará com oficinas e capacitações para o comércio sancristovense, além da formação cultural dos grupos de dança e teatro. É uma retomada que também estamos comemorando”, frisou.

Segundo a secretária municipal de Governo e Relações Comunitárias, Paola Santana, a ideia inicial era de que esta retomada do FASC fosse algo de pequeno porte, porém, a festa ganhou proporções grandes. “A própria população está nos procurando para fazer parte do FASC. Os artistas estão querendo participar do festival, a UFS abraçou outra vez o festival e está direcionando seus cursos em prol do nosso evento, seja através de oficinas, seminários, encontros, preenchendo a programação cultural a partir de seus professores e alunos. Estamos revivendo aquela áurea de apoio da UFS para a confecção do evento”, avaliou.

Atrações  

A programação do 34º FASC iniciará já no mês de novembro com alguns eventos e oficinas programados para construir a receptividade do público dentro da cidade. No dia 30, a UFS realizará o “Fórum Pensar São Cristóvão”, espaço dedicado a uma análise da arte produzida na cidade e no Estado, com o intuito de reunir artistas e a sociedade para uma conversa aberta sobre as produções locais. A parte musical contará com expressões nacionais e locais, além das atrações em outros segmentos artísticos, como cinema, artes plásticas, poesia, literatura, teatro (confira programação completa abaixo).

É importante ressaltar que, além dos nomes apresentados nesta terça-feira, outros artistas sergipanos (da música, cinema, teatro, dança e artes visuais) serão contratados através de edital de credenciamento disponível no site fasc.saocristovao.se.gov.br. Também no mesmo site estão disponíveis os editais de ocupação pública para quem deseja participar do FASC.

Confira a Programação:

DIA 30 DE NOVEMBRO – QUINTA

– 1º Fórum Pensar São Cristóvão – Salão dos Carmelitas

DIA 1 – SEXTA

Salão dos Carmelitas
– Encontro de Bibliotecas Públicas de Sergipe

Salão de Literatura José Augusto Garcez

– Recital de Poesias de José Augusto Garcez
– Bate-papo com Jucimara Contreiras – vencedora da Olímpiada da Lingua Portuguesa 2016
– Apresentação Musical DUO Violão e Flauta
– Lançamento de livros de autores sergipanos em parceria com a editora UFS e EDISE

Salão de Artes Visuais Vesta Viana

– Exposições de fotografias, artes plásticas, esculturas e intervenções artísticas nos salões e pelas ruas da cidade.

Cinema na Praça
– Exibição de curtas metragens infantis

Palco Frei Santa Cecília
– Shows com grupos de dança, teatro e música credenciados em edital.

Palco João Bebe Água
– ORSSE
– Imbuaça
– Chiko Queiroga e Antônio Rogério
– Mestrinho
– Otto

DIA 2 DE DEZEMBRO – SÁBADO

Salão de Literatura José Augusto Garcez
– Oficina de História em Quadrinhos com André Comanche
– Baú de Histórias de lendas Africanas – Thaty Menezes
– Contação de Lendas de São Cristóvão
– Mulheres do RAP

Salão de Artes Visuais Vesta Viana

– Exposições de fotografias, artes plásticas, esculturas e intervenções artísticas nos salões e pelas ruas da cidade.

Cinema na Praça
– Exibição de curtas metragens infantis
– Roda de conversa com produtores e diretores de cinema sobre direitos humanos

Palco Frei Santa Cecília
– Shows com grupos de dança, teatro e música credenciados em edital.

Palco João Bebe Água
– Brinquedolê
– Orquestra Sinfônica da UFS
– Mamulengo
– Heitor Mendonça canta Belchior
– Margareth Menezes convida
– Joésia Ramos
– Os Filhos dos Caras

DIA 3 DE DEZEMBRO – DOMINGO

Salão de Literatura José Augusto Garcez
– Roda de conversa com a academia sergipana de cordel
– oficina de xilogravura para cordel
– varal poético com alda cruz
– brinquedolê
– repentistas

Salão de Artes Visuais Vesta Viana
– Exposições de fotografias, artes plásticas, esculturas e intervenções artísticas nos salões e pelas ruas da cidade.

Cinema na Praça
– Exibição de curtas metragens infantis
– Exibição de curtas metragens

Palco Frei Santa Cecília
– Shows com grupos de dança, teatro e música credenciados em edital.

Palco João Bebe Água
– Cia de Artes Tetê Nahas
– Orquestra Sanfônica
– Lacertae
– The Baggios
– Nação Zumbi

Programação de Rua
– Cortejos com Grupos Folclóricos
– Cortejos com Filarmônicas e Sinfônicas do Estado
– Teatro de rua
– Grupo de RAP
– Intervenções artísticas
– Oficinas de bolso

Compartilhar

Deixe uma resposta