Distribuição de sementes crioulas pelo MCP gera expectativas de boa produção entre camponeses e camponesas

Distribuição de sementes crioulas

Nos últimos meses, período considerado propício para o plantio graças ao volume de chuvas que é esperado no estado, o MCP realizou nos Municípios de Tomar do Geru, Cristinápolis, Itabaianinha, Umbauba, Indiaroba, Itaporanga e Lagarto (região Sul e Centro-sul de Sergipe) a distribuição de sementes de milho crioulo, entre elas variedades como: Taquaral, Capuco Fino, Paulistão, Pé de Boi, Papo de Peru e Catetinho, que foram entregues nas mãos de famílias camponesas que receberam essas sementes com o intuito de multiplica-las, assim podendo garantir a partir de sua colheita, suas próprias sementes, como também fortalecer bancos comunitários de sementes crioulas, coordenados pelo Movimento.

O MCP acredita que esse trabalho com as sementes crioulas é muito importante dentro da Agricultura Camponesa, no sentido do seu resgate, conservação e multiplicação, tanto para a diversidade genética quanto para a soberania dos povos, compreendendo que os camponeses e camponesas historicamente tem sido os responsáveis por esse trabalho.

Uma outra questão muito importante a ser colocada é que, acreditando no bom volume de chuvas que vem caindo (reafirmando a perseverança camponesa) e pela quantidade de famílias que foram beneficiadas com essas sementes, possamos também garantir uma boa colheita para dar continuidade no processo de beneficiamento da farinha de cuscuz de milho crioulo, sendo esse um dos produtos já comercializados pelo Movimento.

FonteMCP
Compartilhar

Deixe uma resposta