Governo inicia 2ª etapa da campanha de vacinação contra febre aftosa

Sergipe é referência no país em manutenção do status como área livre de Febre Aftosa. Estado está há 22 anos sem a presença da doença

Emdagro inicia 2ª etapa da campanha de vacinação contra a Febre Aftosa / Fotos: Ascom / Emdagro

A Empresa de Desenvolvimento Agropecuário de Sergipe (Emdagro) inicia hoje, dia 1º de novembro, a segunda etapa da campanha de vacinação contra a febre aftosa. A campanha objetiva imunizar bovinos e bubalinos com idade de até 24 meses e manter, assim, a sanidade do rebanho em Sergipe.

Com 22 anos sem a presença da doença, o Estado é referência no País em manutenção do status como Área Livre de Febre Aftosa, garantindo, através da realização de diversas atividades, como vacinação obrigatória de bovinos e bubalinos, vigilância em propriedades rurais, georreferenciamento de fazendas, realização de inquéritos soroepidemiológicos, controle do trânsito, manutenção de sistema eficaz de vigilância epidemiológica, treinamento e capacitação do corpo técnico para atuação em emergências sanitárias, e estímulo à participação comunitária na defesa sanitária animal.

Para que os animais vacinados sejam realmente protegidos é essencial que as vacinas sejam adquiridas em estabelecimentos cadastrados junto ao Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), bem como sejam mantidas refrigeradas (entre 2 e 8 °C) nas revendas, no transporte até a propriedade rural e durante a aplicação; que obedeça as Boas Práticas de Manejo.

A doença

A febre aftosa é das doenças infecciosas mais contagiosas dos animais e acomete animais biungulados (de casco fendido) como: bovinos, bubalinos, caprinos, ovinos e suínos. Ela é causada por vírus (família Picornaviridae, gênero Aphthovirus) que se dissipa pelo contato entre animais doentes e susceptíveis, e pode contaminar o solo, água, vestimentas, veículos, aparelhos e instalações, inclusive, pode o vírus pode ser transportado com o vento.

Os animais doentes apresentam feridas (bolhas, aftas) na boca, nas tetas e entre as unhas, assim como, salivam em excesso (babam), não comem, não bebem, andam com dificuldade (manqueira), se isolam dos outros animais e apresentam febre alta, podendo ter tremores.

FonteASN
Compartilhar

Deixe uma resposta