28 C
Aracaju
sábado, 17 Fevereiro, 2018

Por Erick Feitosa e Gilson Júnior

Ano novo, vida nova para o futebol sergipano. A bola vai rolar no Campeonato Sergipano 2018 – Série A1. A briga pelo título promete muito equilíbrio. São 10 clubes na disputa por vagas no Campeonato Brasileiro da Série “D” de 2019, Copa do Brasil de 2019 e Copa do Nordeste de 2019. A competição inicia ainda mais cedo nesse ano, no dia 13 de janeiro.

A Expressão Sergipana visando fortalecer o futebol sergipano, apresenta mais uma vez o Guia do Campeonato Sergipano com as principais informações do torneio e de cada clube. Além disso, temos a “Previsão Expressão Sergipana”. Sem fugir da raia, apontamos o nosso prognóstico para o Campeonato. (Veja nosso resultado em 2017)

CAMPEÃO SERGIPANO DO ANO DE 2018 TERá VAGA GARANTIDA NO CAMPEONATO BRASILEIRO DA SÉRIE “D” DE 2019, COPA DO BRASIL DE 2019 E NA COPA DO NORDESTE DE 2019 (FASE DE GRUPOS).

Uma das novidade do campeonato é que o Campeão da 1ª Fase também terá vaga garantida no Campeonato Brasileiro da Série D de 2019. Com isso, a Federação Sergipana de Futebol pretende aumentar a emoção e disputa da até então sonolenta Fase Classificatória.

Clique e participe do Grupo de Futebol da Expressão Sergipana

É importante observar que a Associação Desportiva Confiança não disputará a vaga do Campeonato Brasileiro da Série “D” de 2019, pois o mesmo já está classificado para o Campeonato Brasileiro da Série “C” de 2018 e caso seja rebaixado para o Campeonato Brasileiro da Série “D” em 2019, entraria pelas 4 vagas nacionais dos rebaixados do ano anterior e não pelas vagas estaduais (No caso de Sergipe 2 vagas). Portanto, caso o Confiança seja o Campeão Sergipano e/ou Campeão da 1ª Fase, a vaga do Campeonato Brasileiro da Série “D” de 2019 fica automaticamente com o respectivo Vice Campeão. 

Já o segundo representante sergipano na Copa do Brasil de 2019 será o Vice Campeão estadual. E a vaga da Copa do Nordeste de 2019, em sua fase seletiva, pertencerá à equipe melhor ranqueada no quadro da CBF divulgada em dezembro de 2018. Caso a associação melhor ranqueada seja campeã estadual, a segunda vaga da Copa do Nordeste de 2019 pertencerá à equipe subsequente no Ranking. Desta forma, o Confiança já tem vaga garantida na Copa do Nordeste em 2019, pois é o melhor ranqueado e não pode ser ultrapassado por nenhum outro clube sergipano até dezembro de 2018.

O Campeonato

Os clubes se enfrentarão somente em jogos de ida (9 rodadas), onde, ao final desta fase, os 6 melhores classificados (do 1º ao 6º) avançarão para o Hexagonal. Outra novidade do Sergipão 2018 é o fim do Quadrangular do Rebaixamento. Com isso, os 2 últimos colocados ( 9º e 10º) estarão diretamente rebaixados para a Série A2 de 2019.

Confira a tabela de jogos completa e a classificação atualizada da Expressão Sergipana.

Mais uma novidade no torneio de 2018 é fim do sistema de ida e volta no Hexagonal. Com isso, os 6 clubes jogarão entre si somente em jogos de ida, totalizando 5 rodadas. Os 2 primeiros colocados se classificarão para a grande Final.

Com o novo formato, o número de jogos para cada clube é ímpar. Dessa forma, a Federação determinou que o mando de campo no Hexagonal dependerá da classificação na 1ª Fase. Os 3 primeiros colocados jogarão 3 partidas como mandantes e 2 como visitantes. Já os 3 últimos classificados para o Hexagonal, jogarão 3 partidas como visitantes e 2 como mandantes.

Confira a tabela de jogos completa e a classificação atualizada da Expressão Sergipana.

Os 2 clubes melhores classificados no Hexagonal decidirão o título do Campeonato Sergipano de Futebol Profissional da Série A-1 de 2018 em 2 jogos. O clube que jogará por 2 resultados iguais e terá o mando de campo do segundo jogo será o que tiver maior pontuação durante todo o campeonato (Soma da primeira e segunda fase).

Os jogos da Final do Campeonato Sergipano de 2018 só poderão ser disputados nos seguintes estádios: Lourival Baptista (Batistão – Aracaju) e no Etelvino Mendonça (Mendonção – Itabaiana).

Confira a tabela de jogos completa e a classificação atualizada da Expressão Sergipana.

Os Clubes

AmadenseAmadense Esporte Clube

Cidade: Tobias Barreto

Apelido: Leão do Rio Real

O que vem por aí: A grande surpresa do Sergipão 2017, o Amadense tem dificuldades nesta temporada. Sendo o último clube a apresentar seu elenco, o pouco tempo de pré temporada pode ser decisivo num campeonato de tiro curto. O time tem peças com importantes passagens pelo futebol sergipano, como goleiro Acássio, ex-Itabaiana e São Domingos; o lateral esquerdo Wberlan, ex-Sergipe; e o meia Xandy, ex-Lagarto.

Craque: O veterano atacante Cristiano Alagoano chega com a responsabilidade de ser o homem gol do Amadense. No futebol sergipano jogou pelo Confiança, River Plate, Lagarto, Estanciano e Dorense.

Treinador: Pedrinho Santos. O ex-jogador foi campeão da Libertadores em 1999 pelo Palmeiras. E como treinador tem passagens pelo Olímpico, Boca Júnior, Boquinhense e Rosário Central.

Fala diretoria: “Queremos novamente representar e bem o futebol de Tobias Barreto. Repetir a dose do ano passado ou até mesmo melhorar o nosso desempenho”.

Estádio: Brejeirão (Capacidade: 3.000 pessoas)

Foto: Formaecor/Divulgação

Estreia: 14.01 (Domingo) as 15h35 – Amadense x Boca Júnior (Brejeirão / Tobias Barreto)

Última participação no Campeonato Sergipano A1: 2017 (4º colocado) 

Títulos: Campeão da Copa Governador do Estado de Sergipe (2014)

Previsão Expressão Sergipana: ★★ – Briga para não cair

Boca JúniorBoca Júnior Futebol Clube 

Cidade: Estância

O que vem por aí: Montando elencos competitivos nos últimos anos, o Boca pretende repetir os bons desempenhos no campeonato estadual. Mesclando jovens valores e experiência, o Boca vai repetir a fórmula que vem funcionando. Para esse ano, manteve peças-chave da temporada passada e trouxe reforços pontuais. Além disso, a diretoria está animada com os apoios financeiros que vem recebendo e espera que isso reflita dentro de campo.  

Craque: O experiente volante Lismar comandará o meio campo do Boca com uma forte pegada na marcação. Remanescente da temporada passada e ídolo da torcida, o jogador tem passagens por Salgueiro, Náutico e já atuou também pelo Confiança, Sergipe e Itabaiana.

Equipe base: Victor; Amaral, Rogério, Igor e Alexandre; Lismar, Rodrigo, Diego e Miro; Mateus Santana e Andrey.

Treinador: O ex-jogador Luciano Mineiro comandará pela primeira vez uma equipe sergipana. Ele foi auxiliar técnico no Vila Nova-GO e passou pelas bases do Bahia e Vitória.

Fala Diretoria: “O objetivo é fazer uma equipe competitiva e se classificar para o Hexagonal. E quem sabe chegar na decisão”.

Estádio: Francão (Capacidade: 8.000 pessoas)

Foto: ASN

Estreia:  14.01 (Domingo) as 15h35 – Amadense x Boca Júnior (Brejeirão / Tobias Barreto)

Última participação no Campeonato Sergipano A1: 2017 (5º colocado).

Títulos: Campeão do Campeonato Sergipano Série A2 (2004, 2007 e 2014).

Previsão Expressão Sergipana: ★★★ – Pode surpreender

AD ConfiançaAssociação Desportiva Confiança

Cidade: Aracaju

Apelido: Dragão do Bairro Industrial

O que vem por aí: Defensor do título sergipano, o Confiança entra como grande favorito nesta temporada. Manteve a boa base do ano passado, como o goleiro Genivaldo, o lateral Radar, os meias Diogo e Rafael Villa, além do matador Frontini. Trouxe também reforços de peso para posições carentes, como os volantes Zaquel, ex-Itabaiana, Sampaio Corrêa, ABC e Botafogo-PB, e Lucas Vinícius, ex-Sergipe e Grêmio; e o atacante Klenisson ex-ASA e Fluminense de Feira. Com isso, o Dragão preparou um elenco recheado e de qualidade para a maratona de competições que enfrentará neste ano. Sem dúvidas entra com muito peso na briga pelo bicampeonato.  

Craque: Everton Santos. Símbolo das últimas temporadas do Confiança, o experiente meia irá para o seu quinto ano no clube. Sempre jogando com o coração na ponta da chuteira, Everton tem lugar cativo no meio campo proletário.

Equipe base: Genivaldo; Radar, Vitor, Gabriel, Oswaldir; Zaquel, Diogo, Rafael Villa, Everton; Klenisson e Frontini.

Treinador: Ailton Silva. Em 2017, depois de fazer sucesso no Itabaiana, assumir o Confiança na zona de rebaixamento da Série C e colocar a equipe no G-4, a diretoria não pensou duas vezes em manter o trabalho do técnico.

Fala Diretoria: “Em 2018 faremos um grande ano. Teremos 4 competições e em todas entraremos para buscar os nossos objetivos”.

Estádio: Batistão (Capacidade: 15.586 pessoas)

Foto: ASN

Estreia:  13.01 (Sábado) as 15h35 – Confiança x Olímpico (Batistão / Aracaju)

Última participação no Campeonato Sergipano A1: 2017 (Campeão)

Títulos: Campeão do Campeonato Sergipano Série A1 (1951, 1954, 1962, 1963, 1965, 1968, 1976, 1977, 1983, 1986, 1988, 1990, 2000, 2001, 2002, 2004, 2008, 2009, 2014, 2015 e 2017).

Campeão da Copa Governo do Estado de Sergipe (2003, 2005, 2008 e 2012)

Campeão da Taça Cidade de Aracaju (2003 e 2004)

Campeão da Taça Estado de Sergipe (2001 e 2012)

Previsão Expressão Sergipana: ★★★★★ – Briga pelo título

DorenseDorense Futebol Clube

Cidade: Nossa Senhora das Dores

Apelido: Colorado

O que vem por aí: Em mais um ano na elite do futebol sergipano, o Dorense vem se consolidando. Fator decisivo nos últimos anos, a sua ”La Bombonera”, com gramado restaurado para essa temporada, vai ficando cada vez conhecida pelos adversários e o fator casa terá menos peso. Com investimento abaixo da média, a perspectiva é de muita luta para o Colorado nesta temporada. O elenco foi um dos últimos a começar os treinos, por isso, poderá ter maiores dificuldades na parte física e tática no início da temporada. Mesclando a base com a renovação, o Touro apresenta como novidades o zagueiro Gean, ex-América; o lateral-esquerdo Luciano, ex-Guarany-SE; o volante Edinho, ex-Itabaiana e Maruinense; e o meia Capela, velho conhecido do futebol sergipano. 

Craque: O meia Jailton chegou como o grande reforço do Touro. Jogou no Dorense em 2016 e na temporada passada defendeu as cores do Confiança. Terá a responsabilidade de comandar o meio campo Colorado.

Equipe base: Danilo; Beto, Rodrigues, Gean, Luciano; Gg, Edinho, Jailton, Capela; Daniel e Tata.

Treinador: Moisés Alves. O técnico já treinou o Dorense há dez anos. Com passagens por Sergipe, Pirambu e Olímpico de Itabaianinha agora vai ter ao seu lado no comando técnico o ex-jogador Da Silva.

Fala diretoria: “As expectativas para o campeonato deste ano são as melhores. Com a força da torcida e o empenho dos nossos atletas nós vamos lutar para que o Dorense tenha uma boa colocação no Sergipão 2018”.

Estádio: Ariston Azevedo (Capacidade: 2.000 pessoas)

Foto: FSF

Estreia: A definir – Itabaiana x Dorense (Batistão / Aracaju)

Última participação no Campeonato Sergipano A1: 2017 (7º Colocado)

Títulos: Campeão do Campeonato Sergipano Série A2 (2015)

Previsão Expressão Sergipana: ★★ – Briga para não cair

Associação Desportiva Frei Paulistano

Cidade: Frei Paulo

Apelido: Touro do Agreste

O que vem por aí: Depois da boa estreia na elite do futebol sergipano em 2017, o Frei Paulistano montou um elenco para dar trabalho aos grandes. Com um time barato, mas com jogadores experientes e que conhecem o futebol sergipano, o Touro usa uma fórmula que tem tudo para funcionar e promete chegar forte. O clube tem reforços importantes como o goleiro Ivan, ex-Itabaiana, São Domingos e Boca Júnior; o xerife Cleriston, ex-Amadense, Olímpico, Dorense e Confiança; e o matador Dagil, com os seus 38 anos tem passagens por Dorense, Confiança e Itabaiana, e ainda promete muitos gols.

Craque: O meia Baco, ex-Sergipe e Amadense, já mostrou seu valor no futebol sergipano. Com ele no comando da criação do Touro o time ganha uma arma poderosa.

Equipe base: Ivan; Edicarlos, Cirilo, Clériston e Júnior Santos; Marquinhos, Popô, Zé Antônio, Moacir e Baco; Dagil.

Treinador: Elenilson Silva. Conhecedor profundo do futebol sergipano, o treinador sabe o caminho das pedras. O comandante coleciona passagens por São Domingos, Coritiba, Lagarto e Dorense.

Fala diretoria: “O objetivo é ir para o hexagonal. Será um campeonato muito complicado, de tiro curto. Por isso, precisamos nos impor”.

Estádio: Municipal Jairton Menezes de Mendonça, o “Titão” (Capacidade: 4.000 pessoas)

Foto: Ascom Prefeitura de Frei Paulo/Facebook

Estreia: 14.01 (Domingo) as 15h35m – Frei Paulistano x Sergipe (Titão / Frei Paulo)

Última participação no Campeonato Sergipano A1: 2017 (6º Colocado)

Títulos: Campeão do Campeonato Sergipano Série A2 (2016)

Previsão Expressão Sergipana: ★★★★ – Briga por vaga na Série D

ItabaianaAssociação Olímpica de Itabaiana

Cidade: Itabaiana

Apelido: Tremendão da Serra

O que vem por aí: Depois de dois vices seguidos, o Tricolor da Serra continua sonhando com o título sergipano. Mesmo com dificuldades e trabalhando com o orçamento reduzido, o Tremendão formou um elenco com qualidade para as competições que irá disputar em 2018. Para assumir o gol, a aposta é Weide Andrade, que volta para defender o Itabaiana. Um dos destaque é o volante Bida, com passagens por Vitória, Santos, Ponte Preta e Atlético-GO. A tarefa de homem-gol ficará para Douglas de Oliveira, atacante ex-Grêmio, Sampaio Corrêa, Criciúma e América-MG. E o xodó da torcida tricolor Igor Alves permanece no elenco para reforçar o meio de campo.

Craque: O grande craque do time segue sendo Paulinho Macaíba. Fazendo história no Tremendão, Paulinho já é ídolo da torcida. Promete muita entrega dentro de campo e gols para ser campeão com a camisa do Itabaiana.

Equipe base: Andrade; Carlos Henrique, Diego Bispo, Ramon e Juninho; Mica, Eduardo, Léo Mineiro e Bida; Douglas e Paulinho Macaíba.

Treinador: Gilberto Pereira. Com vasta experiência, o treinador já passou por grandes equipes como Coritiba/PR, Atlético/GO, Londrina/PR e Chapecoense/SC. No futebol sergipano foi vice-campeão em 2012 dirigindo o Confiança, perdendo o título para o próprio Itabaiana.

Fala Diretoria: “Teremos um time formado com os ‘pés no chão’, mas altamente competitivo, pronto para disputar mais uma vez o título estadual e com capacidade de avançar de fase na Copa do Nordeste e Copa do Brasil”.

Estádio: Mendonção (Capacidade: 10.000 pessoas)

Foto: FSF

Estreia: A definir – Itabaiana x Dorense (Batistão / Aracaju)

Última participação no Campeonato Sergipano A1: 2017 (2º colocado)

Títulos: Campeão do Campeonato Sergipano Série A1 (1969, 1973, 1978, 1979, 1980, 1981, 1982 [Dividido com o Sergipe] , 1997, 2005 e 2012).

Campeão da Copa Governo do Estado de Sergipe (2006 e 2007)

Campeão da Copa do Nordeste (1971)

Previsão Expressão Sergipana: ★★★★★ – Briga pelo título

LagartoLagarto Futebol Clube

Cidade: Lagarto 

Apelido: Periquito Atômico

O que vem por aí: Após dois anos seguidos flertando com o rebaixamento, a diretoria do Lagarto pretende elevar o patamar. Sob nova direção e com a companhia do novo gestor, o atacante Diego Costa. Uma das principais ações do lagartense naturalizado espanhol foi financiar a troca completa do gramado Barretão. Nesta temporada, o clube apostou num elenco com muitos jogadores sem passagens pelo futebol sergipano. Dentre os reforços destacam-se o zagueiro Nivaldo, que jogou com Diego no Valladolid e o atacante Rodrigo Dantas que é a esperança de muitos gols. O Lagarto pode chegar longe nesse campeonato.

Craque: O atacante Fábio Paulista, ex-Sergipe, com seu faro de gol chega no Lagarto para comandar a linha de frente Esmeraldina. 

Equipe base: Camilo; Josué, Nivaldo, Ozias e Lucas; Bahia, Ribeiro e Rafael; Fábio Paulista, Rodrigo Dantas e Josy.

Treinador: Gabriel Lisboa. O jovem pernambucano de 29 anos, se destacou pelo Atlético-PE, há dois anos, quando conquistou o título de campeão do interior. Estudioso, Gabriel tem experiências na Europa e pretende inovar no método de trabalho. 

Fala diretoria: “Nosso objetivo é pelo menos uma vaga no Campeonato Brasileiro da Série D de 2019”.

Estádio: Barretão (Capacidade: 8.000 pessoas)

Foto: Jornal do Dia-SE / Divulgação

Estreia: 14.01 (Domingo) as 15h35 – Socorrense x Lagarto (Lelezão / Socorro)

Última participação no Campeonato Sergipano A1: 2017 (8º colocado)

Títulos: Não tem

Previsão Expressão Sergipana: ★★★  Briga por vaga na Série D

Olímpico Esporte Clube

Cidade: Itabaianinha

Apelido: Dragão da Zona Sul

O que vem por aí: O Olímpico volta à elite do futebol sergipano depois de 5 anos e pretende fazer bonito. Completando 60 anos de história, montou um elenco unindo jovens talentos aos experientes e bons jogadores. Dentre eles está o volante Wallace Sergipano, com passagens no Confiança, Sergipe e River Plate-SE; o experiente meia-atacante Alisson, que já passou por Confiança, ASA, Coruripe e Socorrense; e o meia Almir Sergipe, com 32 anos, atuou pelo Sergipe, Confiança, Itabaiana, Dorense e Estanciano.

Craque: Em 2017 Fabinho Cambalhota ajudou o Dragão da Zona Sul a conquistar o acesso. Com a permanência do atacante o Olímpico espera que a experiência do baixinho se transforme em gols e assistências. Fabinho já passou por Sergipe, Confiança e Itabaiana.

Equipe base: Nilton Augusto; Augusto Potiguar, Diego Felipe, Lelo e Válber; Wallace Sergipe, Piau, Carlinhos Arauá e Alisson; Fabinho Cambalhota e Júnior Pirambu.

Treinador: Givanildo Sales. Vice-campeão estadual da Série A-2 no ano passado, Givanildo terá sequência no seu trabalho com o Olímpico. Campeão sergipano em 2013 pelo Sergipe, também teve passagem pelo Confiança no ano seguinte.

Fala diretoria: “Queremos formar um grupo forte, qualificado, de jogadores competitivos, que venham para honrar a camisa do Olímpico, clube de tradição no futebol sergipano. Com isso, esperamos conseguir fazer uma belíssima campanha para dar um calendário maior ao Olímpico”

Estádio: Souzão (Capacidade: 4.000 pessoas)

Foto: Reprodução/Facebook Olímpico Esporte Clube

Estreia: 13.01 (Sábado) as 15h35 – Confiança x Olímpico (Batistão / Aracaju)

Última participação no Campeonato Sergipano A1: 2013 (6º colocado)

Títulos: Campeão do Campeonato Sergipano Série A2 (1994)

Previsão Expressão Sergipana: ★★★ – Pode surpreender

SergipeClub Sportivo Sergipe

Cidade: Aracaju

Apelido: O Mais Querido

O que vem por aí: O Gipão vive um momento de reconstrução. Depois de decepcionar a torcida em 2017 e passar por turbulências administrativas, o Sergipe começa a se estabilizar para temporada que chega. Sem as receitas advindas das Copas do Nordeste e do Brasil, a aposta será nas joias da base e em contratações estratégicas para o seu plantel.  Trouxe o zagueiro Heverton, ex-Itabaiana e Confiança, e o experiente lateral Marinho Donizetti, ex-Fortaleza, Criciúma e Vila Nova-GO. Os gols ficarão por conta de Lucas Dantas, atacante de 28 anos, ex-Caxias, Atlético-PR e Botafogo-SP. Além disso manteve peças importantes, como o zagueiro Carlos Alexandre, destaque na temporada passada. Comendo pelas beiradas dentre os três grandes, o Vermelhinho sempre pode surpreender.

Craque: Ramalho, o guerreiro Colorado. O meio-campista foi destaque ano passado pelo Sergipe, virou ídolo da torcida e permaneceu para a temporada atual. Dono de um determinação fora do comum, o “coroa” do Sergipe é o chefe do meia cancha. 

Equipe base: Jean; Rhuan, Carlos Alexandre, Heverton e Marinho Donizete; Brendon, Ramalho, Diego Paulista e Carlinhos; Lucas Dantas e Léo.

Treinador: Elias Borges. Com passagem marcante pelo Vitória da Conquista, Elias comandou a equipe do interior baiano por mais de cinco anos. Ele é uma aposta de Edmilson Silva, o novo coordenador técnico da equipe Colorada.

Fala Diretoria: “Temos como objetivo fazer uma grande campanha no Campeonato Sergipano e conquistar o título”.

Estádio: Batistão (Capacidade: 15.586 pessoas)

Foto: ASN

Estreia: 14.01 (Domingo) as 15h35 – Frei Paulistano x Sergipe (Titão / Frei Paulo)

Última participação no Campeonato Sergipano A1: 2017 (3º colocado)

Títulos: Campeão do Campeonato Sergipano Série A1 (1922, 1924, 1927, 1928, 1929, 1932, 1933, 1937, 1940, 1943, 1955, 1961, 1964, 1967, 1970, 1971, 1972, 1974, 1975, 1982 [Dividido com o Itabaiana], 1984, 1985, 1989, 1991, 1992, 1993, 1994, 1995, 1996, 1999, 2000, 2003, 2013 e 2016)

Campeão da Copa Governo do Estado de Sergipe (2013)

Campeão da Taça Cidade de Aracaju (1996 e 2001)

Campeão da Taça Estado de Sergipe (2003)

Previsão Expressão Sergipana: ★★★★★ – Briga pelo título

ASSOCIAÇÃO DESPORTIVA SOCORRENSE

Cidade: Nossa Senhora do Socorro

Apelido: Siri

O que vem por aí: Depois de passar apenas um ano na segunda divisão, a Socorrense volta para a primeirona do sergipano. A missão do clube de Socorro é permanecer na elite. O elenco mescla jovens que conquistaram o título da Série A2, como lateral Matheus Carioca e o meia Lucas Rocha, com reforços mais experientes. O zagueiro André Picer, ex-Sport; o meia Arouca e atacante Mano, ambos ex-Boca, são alguns destes nomes.

Craque: Paredão da Socorrense nos anos de 2014 e 2015 está de volta ao Siri. O goleiro Emanuel deixou saudades na torcida e pode ser a segurança que o time precisa nessa volta à elite. O arqueiro formado no Porto de Caruaru, também atuou no Pesqueira, Afogadense e Lagarto.

Treinador: Edilson Santos. O comandante permanece no Siri após conquistar o Campeonato Sergipano da Série A-2 ano passado. Conhecendo bem o elenco, a diretoria aposta em Edilson para fazer um bom retorno à primeira divisão. 

Fala diretoria: “Estamos focados em fazer um bom retorno a elite do futebol sergipano, honrando o nome do povo Socorrense”.

Estádio: Lelezão (Capacidade: 3.500 pessoas)

Foto: Ascom da Prefeitura de Socorro

Estreia: 14.01 (Domingo) as 15h35 – Socorrense x Lagarto (Lelezão / Socorro)

Última participação no Campeonato Sergipano A1: 2016 (10º colocado)

Títulos: Campeão do Campeonato Sergipano Série A2 (2010 e 2017)

Previsão Expressão Sergipana: ★★ – Briga para não cair