NAT oferta 270 vagas para pessoas com deficiência nesta sexta-feira

Foto: Pritty Reis

O “Dia D” de Inclusão da Pessoa com Deficiência no mercado de trabalho acontece nesta sexta-feira, dia 29 de setembro, na sede da Secretaria de Estado da Inclusão Social (SEIDH). Das 08h às 13h, o Núcleo de Apoio ao Trabalho (NAT) realiza atendimento exclusivo para PCDs e reabilitados do INSS, com a oferta de 270 vagas para este público e a presença de órgãos parceiros. A emissão da carta de encaminhamento e a seleção serão feitas de forma imediata, pelos atendentes do NAT e representantes das empresas que estarão presentes no pátio da SEIDH – localizada na Rua Santa Luzia, nº 680, bairro São José.

Haverá vagas para analista de sistema, separador, técnico de suporte de mesa, operador de máquinas, auxiliar administrativo, auxiliar de arquivo, auxiliar de produção, serviços gerais, carpinteiro, pedreiro, servente de obra, auxiliar de loja, de armazém, cobrador, auxiliar de escritório, de mecânico, de pintor, porteiro, auxiliar de enfermagem, merendeiro, copeiro, patisserie, recepcionista, operador de call center, técnico em manutenção, recepcionista, eletricista, técnico em refrigeração, auxiliar de corte, atendente de loja de conveniência, eletricista industrial, agente de limpeza, agente de apoio operacional, atendente de restaurante, entre outros postos de trabalho.

De acordo com Sandra Magna Rezende, coordenadora Estadual do Trabalho e Emprego da Seidh, o evento faz parte de uma ação nacional capitaneada pelo Ministério do Trabalho e Emprego junto aos postos de atendimento do Sistema Nacional de Emprego (SINE) – no caso de Sergipe, o NAT. “Também participam os Conselhos Estadual e Municipal da Pessoa com Deficiência, a Superintendência e a Procuradoria Regional do Trabalho, o próprio INSS estará realizando atendimento, além do Fórum Estadual da PcD, Sesi, Senai, Senac, ONGs e demais órgãos com atuação relacionada a essa causa tão nobre”, destaca Sandra.

Para o secretário Zezinho Sobral, o dia D contribui para a promoção de uma inclusão social efetiva das pessoas com deficiência. “Quando a gente fala em PcDs, estamos falando de uma população de cerca de 500 mil pessoas em Sergipe. E o Dia D promove um avanço, com essa ação forte de empregabilidade. É mais uma forma de contribuir com a inclusão da pessoa com deficiência, favorecendo sua atuação profissional, sua atividade econômica. A gente busca, com isso, promover uma política pública inclusiva, de acesso real ao mercado de trabalho”, pontuou o gestor.

Na avaliação do conselheiro do Conselho Estadual dos Direitos da Pessoa com Deficiência – CEDPcD, Antônio Luiz, a ação tem fundamental importância para os PcDs. “Não só com o Dia D, mas o NAT tem colocado constantemente mais pessoas com deficiência no mercado de trabalho do que jamais foi visto. É um trabalho essencial, porque a PcD não que assistencialismo; quer trabalho e oportunidade. E o governo do Estado está nos proporcionando isso, através dessa iniciativa maravilhosa promovida pelo NAT”, disse.

FonteASN
Compartilhar

Deixe uma resposta