Ponte entre Porto D’Anta e Marcos Freire II será parcialmente interditada a partir desta quinta

O objetivo da obra é recuperar a parte estrutural da ponte José Rollemberg Leite e terá duração de 30 dias

Fotos: Amanda Melo/Seinfra

A partir das 8 horas desta quinta-feira, 13, a ponte no limite entre os bairros Porto D’Anta, em Aracaju, e Marcos Freire II, em Nossa Senhora do Socorro, será parcialmente interditada para serviços de recuperação. Os trabalhos, realizado pelo governo do Estado por meio da Secretaria de Estado de Infraestrutura e do Desenvolvimento Urbano (Seinfra) e em parceria com a Companhia Estadual de Obras Públicas (Cehop), têm como objetivo recuperar a parte estrutural da ponte José Rollemberg Leite. Durante 30 dias, o lado da via que será interditado e terá sinalizações indicativas de pare e siga para travessia da ponte por veículos.

A logística de interdição contará com apoio da SMTT de Aracaju e Nossa Senhora do Socorro, como também apoio da Policia Militar de Sergipe.

Recuperação

A recuperação na ponte já vem acontecendo e, nesta etapa, serão realizados os reparos das juntas de dilatação no tabuleiro da ponte. Com investimentos na ordem de R$ 2.339.879,70, provenientes de recursos estaduais, o serviço total consiste na recuperação estrutural das estacas, sapatas e pilares de concreto armado, tratamento das juntas de dilatação da laje de concreto armado, tratamento de fissuras estabilizadas e juntas inativas, acabamento de superfície de concreto projetado, recuperação de placas de concreto armado pré-moldadas dos passeios e pintura dos guarda-corpos e guarda-rodas.

A ponte tem 369 metros de extensão por 14,50 de largura e por ela transitam, diariamente, milhares de veículos de pequeno, médio e grande porte. A construção é o principal acesso entre a Zona Norte e o Centro de Aracaju e o segundo município mais populoso do estado.

De acordo com o secretário de Estado da Infraestrutura, Valmor Barbosa, o Executivo estadual atua de forma efetiva nessa área. “O governador Jackson Barreto reconhece a necessidade em executar frequentes reparos técnicos em intervenções desse tipo. Além da vistoria regular nas pontes sob responsabilidade do Governo do Estado nos oito territórios. Somente nos últimos 12 meses, na Grande Aracaju, além dos serviços manutenção regular na ponte Joel Silveira, recuperamos as pontes sobre o Rio Poxim, nos bairros São Conrado e Augusto Franco e as duas próximas ao Parque dos Cajueiros. Recentemente fizemos um trabalho similar na outra ponte sobre o Rio do Sal, entre o bairro Lamarão e o Conjunto João Alves, também no município de Nossa Senhora do Socorro, somando aproximadamente R$ 4 milhões”, enfatiza.

Deixe uma resposta