Sinal analógico será desligado em Sergipe a partir do dia 30 de maio

Em Sergipe, o sinal analógico será desligado em 17 cidades em sua primeira fase

A partir do dia 30 de maio de 2018 o sinal analógico será desligado em todo o Brasil. A data atende determinação do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações e da Anatel. Após o prazo, a transmissão será feita apenas através do sinal digital. Ao todo serão 966 municípios que vão ter o sinal analógico de televisão desligado e passarão a contar somente com o sinal digital e até o final do ano 1.326 cidades. O objetivo dessas diretrizes é garantir que uma parcela maior da população carente não fique sem sinal de televisão nas localidades onde ocorrerá o desligamento do sinal analógico até dezembro de 2018.

A portaria nº 3.493 do MCTIC, publicada no Diário Oficial da União, também estabelece conversor digital distribuído gratuitamente aos beneficiários do programa Bolsa Família e do Cadastro Único, que receberão controle remoto, interface USB, dois tipos de saída de áudio e vídeo. A principal vantagem da migração para a TV Digital é a qualidade de som e imagem, superior à analógica. Quem tem aparelhos de TV antigos deverá adquirir um conversor de sinal analógico, mas quem já utiliza aparelhos mais modernos, não precisará de nenhum equipamento extra.

Vale ressaltar que, quem usa antena parabólica, ou é assinante de TV a cabo, não terá de passar por nenhuma adaptação. Os detalhes das mudanças, como fazer a adaptação e o cronograma de desligamento de todo o Brasil estão disponíveis no site www.vocenatvdigital.com.br ou no telefone 147.

Em Sergipe, o sinal analógico será desligado em 17 cidades em sua primeira fase. são elas: Aracaju; Areia Branca; Barra dos Coqueiros; Divina Pastora; Itabaiana; Itaporanga D’Ajuda; Laranjeiras; Malhador; Maruim; Nossa Senhora do Socorro; Pirambu; Riachuelo; Rosário; Santa Rosa de Lima; Santo Amaro das Brotas; São Cristóvão; Siriri.

As principais emissoras de TV  preocupadas em alertar a população, estão realizando campanhas para divulgação do desligamento do sinal analógico. A TV Sergipe por exemplo, realizou a difusão durante a Ação Global, em maio de 2017, intensificando este inicio de ano em todos os telejornais da emissora, veiculando, regularmente, informações a respeito do sinal digital, além da presença de tarjas pretas e do símbolo A, de analógico, na telinha do sinal analógico, indicando que o telespectador deve realizar a migração.

A TV Atalaia por sua vez, além de avisar sobre o desligamento da programação analógica, vem realizando exposição de equipamentos  com foco digital. É a quarta emissora do país e segunda do Nordeste a operar com tecnologia HDTV na captação, edição e exibição com o sinal digital  desde fevereiro de 2010.   Oficialmente com a transmissão dos jogos Olímpicos de Inverno, em Vancouver, Canadá. Nessa mesma data o Jornal do Estado, principal telejornal da casa, também passou a ser exibido totalmente em HDTV.

Já a TV Alese, desde que começou a trabalhar em sinal aberto e digital, no ano de 2016, através do  canal 48,2, funciona pelo sistema de multiprogramação, que permite a transmissão de até quatro programações simultâneas, em sinal aberto e gratuito, onde há a inclusão das TVs Senado, TV Câmara Federal e TV Câmara Municipal, de forma simultânea, divulgando todas as atividades do Poder Legislativo e cumprindo a sua função básica, de educar e informar ao cidadão sergipano todos os seus direitos e deveres.

Deixe uma resposta