SOCORRENSE: É CAMPEÃO!!!

Foto: Dienis Celestino
Deu Desportiva Socorrense no último encontro da temporada da segunda divisão sergipana. O Siri levou o troféu “Antônio Medeiros”, de campeão, após vencer nas penalidades máximas a equipe do Olímpico por 4 a 3. Destaque para o goleiro Jonathan, que defendeu as cobranças de Lelo e Cláudio Baiano. Independente do título, as equipes finalistas acenderam à divisão especial.
Os últimos 90 minutos da decisão do Sergipão da Séria A2, foram bastante disputados. Semelhante ao que ocorreu no Estádio Souzão, em Itabaiana, as duas agremiações partiram para decidir no tempo normal, no “gramado” do Lelezão, em Nossa Senhora do Socorro. O primeiro gol do jogo só aconteceu mesmo aos 10 minutos da fase final através de Joelton, que recebeu pela esquerda, penetrou na área e chutou forte entre a trave e o goleiro Adilson, do Olímpico.
Com se diz na gíria “futebol é uma caixinha de surpresa”. Aos 47 minutos, num bate-rebate dentro da área do Siri, a bola acabou sobrando para o meia Dinda, que chutou forte, indefensável para o goleiro Jonathan, deixando tudo igual. 1 a 1. O resultado levou à decisão do título para os tiros livres diretos da marca do pênalti.
As cobranças iniciaram com o Olímpico. O zagueiro Lelo bateu e Jonathan defendeu. A Socorrense fez com o meia Joelton. Daí para frente foi só confirmar para colocar a mão definitivamente, no caneco. Acácio, Lucas Rocha e Willamis também balançaram a rede para o Siri. Para o Olímpico assinalaram Dinda, Wellerson e Augusto. O goleiro Jonathan defendeu o último penal cobrado pelo zagueiro Cláudio Baiano, garantindo o título.
Ficha Técnica
Público: 426
Renda: R$ 4.360
Socorrense: Jonathan, Carioca (Rony), Bruno, Ládson e Vitor Muribeca (Rael); Lucas Rocha, Willamis, Acácio e Bruninho; Negueba (Nilton) e Joelton. Técnico: Edilson Santos.
Olímpico: Adilson, Augusto, Lelo, Cláudio Baiano e Júnior; Piau, Carlinhos Arauá, Dinda e Capela (Fabiano); Eduardo e Fabinho Cambalhota. Técnico: Givanildo Sales.
Arbitragem: Fábio Augusto Sá, Ailton Silva e Leonardo de Jesus Silva.
FonteAdel Ribeiro
Compartilhar

Deixe uma resposta