Velho Chico e a luta pela terra: tema antigo e tão atual

Foto: Divulgação/Globo

Por Joaquim Vela

Quem está acompanhando “Velho Chico” deve estar bastante impressionado com o tom envolvente da produção. O enredo não é muito diferente daquelas das novelas do sertão, que há muito tempo não pintavam na telinha. A história versa sobre a luta pela autonomia produtiva dos trabalhadores da terra contra os desmandos e o autoritarismo de um coronel e empresário do ramo agronegócio que se considera o dono do lugar.

Embora o tema seja antigo, vale lembrar que ele é atualíssimo, já que essa luta ainda não está superada em nosso país. Capangas, encomendas de morte, tocaias e conflitos são situações bastante presentes nas cenas. Um ingrediente interessante é a discussão sobre formas alternativas de produção agrícola e a adoção de princípios de sustentabilidade.

Mas o que vem envolvendo mesmo o público do folhetim é a qualidade da produção, um primor de fotografia, figurino e trilha sonora. No primeiro caso, os planos, ângulos, cortes cinematográficos das cenas dão movimento e vida aos dilemas dos personagens. Tons pasteis e quentes do cenário e das roupas reforçam a atmosfera sertaneja da história. É realmente muito lindo!

A trilha sonora é igualmente maravilhosa. Luiz Gonzaga, Caetano Veloso, Roberto Carlos e Maria Bethânia são alguns dos nomes de peso que embalam nossos ouvidos com suas canções cheias de amor e engajamento político. Praticamente todas as cenas vêm acompanhadas de músicas que fortalecem o texto e a atuação dos atores. É de emocionar.

Vale a pena acompanhar a novela!

Até semana que vem!

 

Deixe uma resposta